top of page

Miomas uterinos & Tratamentos Naturais


”https://www.criesaude.com”alt=” Miomas uterinos / Crie Saúde. Medicina Integrativa, Miomas uterinos

Miomnas Uterinos são massas aprisionadas no útero, que ocorrem como reação às toxinas. Também chamados de fibromiomas e ou leiomiomas ou apenas miomas. Podem dar dores e sangramentos, mas com o diagnóstico complementar e avaliação energética, podem ser tratados pela suplementação, associada a alimentação.

Miomas subtipos de acordo com a Localização: – Submucosos: que crescem para a cavidade interna do útero são os principais responsáveis por sangramento menstrual prolongado e portanto prejudicam a gravidez. - Subserosos: que se projetam para fora do útero, às vezes podem pressionar a bexiga, causando incontinência urinária, ou se pressionar para trás: ao reto, pode ocasionar prisão de ventre, ou aos nervos, causando dor nas costas

Os sintomas mais comuns de miomas uterinos incluem:

– Sangramento menstrual intenso e ou – Prolongados períodos menstruais e ou – Pressão ou dor pélvica e ou – Micção frequente e ou – Dificuldade de esvaziar a bexiga e ou – Prisão de ventre e finalmente – Dores nas costas ou nas pernas


Recomenda-se procurar ajuda médica se você tiver: – Dor pélvica que não vai embora e ou – Regras excessivamente pesadas ou dolorosas e ou – Manchas ou sangramento entre os períodos e ou – Dor com o coito e ou – Dificuldade de esvaziar a bexiga e ou – Dificuldade em evacuar – Procurar atendimento médico imediato se você tiver sangramento vaginal grave ou dor pélvica importante..


Apesar da causa do mioma ser presumível, sabemos que além do aumento da Permeabilidade Intestinal, que acaba promovendo o deslocamento de bactérias dos intestinos à circulação, outros fatores também podem agravar o estado de saúde, incluindo vírus locais, drogas, irritantes químicos, metais tóxicos e irritantes ambientais.

E ainda podemos incluir relações com:

Terapia com Suplementos:

Aqui só alguns exemplos: – Cobre quelado e ou Potássio e ou Magnésio e ou zinco e ou selênio quelados – Progesterona bio-idêntica e ou hormônios agonistas liberadores de gonadotropina, isto é, GnRH e ainda DMSO e ou NAC e ainda – Ômega 3 e ou óleos de linhaça e ou prímula e ou gergelim ainda – Vitaminas C e ou ác. fólico e ou vit. E e ou D3 e ou K2 e ou A e ou vit.s do compl. B entre outros

Tratamentos Complementares:

– Chá verde e ou alecrim e ou agoniada e ou ipês amarelo e ou rôcho e ou unha-de-gato e ou tanchagem e ou dente-de-leão e ou agnus-castus e ou saw palmeto e ou pfafia pan. e ou tribulus ter. e ou pigeum afr. – Rutina e ou silimarina e ou hamamelis e ou aesculus e ou açafrão e ou rosmarinus – Fitohormônios que simulam, ou contenham Progesterona, na forma de raízes

Embora a causa exata do Mioma ser desconhecida, sabemos que além do aumento da Permeabilidade Intestinal, que acaba promovendo o deslocamento de bactérias dos intestinos à circulação, outros fatores também podem agravar o quadro clínico incluindo: bactérias ou vírus, drogas, irritantes químicos e irritantes ambientais.

E ainda podemos incluir relações com:


Agendamentos:

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: :

(11) 95321-1835 ZAP, ou 3889-0273


Referências: http://www.hopkinsmedicine.org/gynecology_obstetrics/specialty_areas/gynecological_services/conditions/fibroids.html Principal http://www.mayoclinic.com/health/uterine-fibroids/DS00078/DSECTION=symptoms Principal — http://www.ijapbc.com/files/18-1414.pdf Principal – http://citeseerx.ist.psu.edu/viewdoc/download?doi=10.1.1.629.9654&rep=rep1&type=pdf Secundário – http://www.itmonline.org/arts/fibroids.html Secundário – http://www.livestrong.com/article/286062-natural-treatment-herbal-approach-for-uterine-fibroids/ Secundário http://www.criesaude.com/miomas-uterinos-e-medicina-complementar/#sthash.OEPdEjga.dpuf Secundário e finalmente https://pt.wikipedia.org/wiki/Mioma_(doen%C3%A7a) Secundário – Acessados em 22-3-2015 às 16:30hs

Posts recentes

Ver tudo

Aids & Tratamentos Naturais

AIDS : O vírus que pode ser visto ou não em pessoas com HIV, pode também permanecer latente, numa forma hibernante, sem dar as manifestações da mesma AIDS - Existem fatores prevalecentes que explicam

bottom of page