top of page

Síndrome Pós-Covid e Tratamentos Naturais

Desde o surto da doença coronavírus 2019 (COVID-19), pessoas acometidas pela mesma, relataram certas disfunções, mesmo após o desaparecimento dos sintomas da COVID-19. Na prática clínica, as pessoas perceberam mais frequentemente diminuição, ou até ausência de olfato e/ou paladar.

Por outro lado, médicos notaram que muitos pacientes graves ou criticamente doentes com COVID-19 desenvolveram manifestações clínicas típicas de choque, incluindo extremidades frias e pulsos periféricos fracos, mesmo na ausência de hipotensão evidente.

”https://www.criesaude.com”alt=”Síndrome Pós-Covid e Tratamentos Naturais : sintomas e sinais

O que é a condição pós-COVID-19?

A condição pós-COVID-19, também conhecida como COVID-19 longo, refere-se a sintomas de longo prazo que algumas pessoas apresentam após terem tido COVID-19. 

Esses sintomas podem persistir desde a doença inicial ou desenvolver-se após a recuperação. Eles podem também ir e vir em recaídas com o tempo. Os sintomas mais comuns associados à condição pós-COVID-19 incluem:

  • Fadiga,

  • Falta de ar

  • Disfunção cognitiva (por exemplo, confusão, esquecimento ou falta de foco ou clareza mental). 

  • A condição pós-COVID-19 pode afetar a capacidade de uma pessoa realizar atividades diárias, como trabalho ou tarefas domésticas.

  •  problemas de memória, concentração ou sono  

  • tosse persistente  dor no peito  dificuldade para falar  

  • dores musculares  

  • perda de olfato ou paladar

  •  depressão ou ansiedade  

  • febre

  • Dor de cabeça

  • Dores articulares

  • Disfunção erétil

  • Rash cutâneo, ou enrubescimento

  • Disfunções menstruais

  • Diarreia entre outros.


Ser vacinado previne a condição pós-COVID-19?

As vacinas que usamos hoje visam prevenir doenças graves e mortes por COVID-19. Porém, não há evidências de ação das vacinas em sintomas prolongados de Covid, ou consequências da COVID-19 mesmo após serem vacinados.


Como a condição pós-COVID-19 afeta crianças e adolescentes?

As crianças pequenas com COVID-19 apresentam principalmente sintomas respiratórios e são mais propensas a procurar cuidados médicos de longo prazo devido a tosse persistente. Crianças com condição pós-COVID-19 também têm maior probabilidade de apresentar fadiga, alteração do olfato e ansiedade do que crianças saudáveis.


Como a condição pós-COVID-19 afeta adultos e idosos?

Adultos e idosos podem ter além de terem as condições anteriormente citadas, também tendem a uma maior incidência de micro tromboembolismos periféricos, em função disso agravam-se predisposições como:

  • AVC ou derrame

  • Infarto

  • Trombose periférica

  • Dores crônicas

  • Fadiga e indisposições em geral

  • Baixa resistência às infecções em geral

  • Disfunção cognitiva e, ou de memória entre outros



Síndrome Pós-Covid e Tratamentos Naturais: aqui apenas algumas sugestões a serem confirmadas em consulta:

Apoiando a função mitocondrial ou “a fonte energética da célula”:

  • Vitaminas B – Foi demonstrado que várias vitaminas B desempenham um papel crítico na função das mitocôndrias, como a biotina e a vitamina B-12. As vitaminas B são antioxidantes altamente especializados e aumentam a síntese de outros antioxidantes fortes, como a glutationa.  

  • Ácido alfa-lipóico – Foi demonstrado especialmente que o ácido alfa-lipóico melhora a disfunção mitocondrial no cérebro e pode melhorar a capacidade cognitiva.  

  • Coenzima Q10 — A coenzima Q10 (CoQ) não é apenas um antioxidante, mas também um componente essencial para a cadeia de transporte de elétrons dentro da mitocôndria. Por outras palavras, sem CoQ10, não há síntese de ATP e, portanto, mitocôndrias defeituosas.

  • Melhorando o Terreno Biológico:

  • Vitamina C - Ação anti radicais livres e restaurador da glutationa

  • NAC - acetilcisteína: Ação anti radicais livres, restaurador da glutationa, quelante e epigenético

  • Minerais: Zinco, cobre, selênio, iodo, magnésio, enxofre entre outros

  • Atuação epigenética:

  • Vitamina B12 e ác. fólico

  • Ácidos graxos essenciais; EPA, DHA, ômegas

  • Aas :

  • L-Carnitina – A L-carnitina é produzida pelo corpo, mas também pode ser encontrada na carne vermelha. Este aminoácido está envolvido no transporte de compostos e também estimula a produção de glutationa.  

  • Lisina, glutamina, glicina

  • Fitoterápicos: coentro, guaçatonga, guaco, espinheira-santa, alecrim, sálvia, louro, quebra-pedra, própolis, orégano, hortelã, eucalipto, poejo, menta entre outros.


Quando as causas exatas das doenças acabam não sendo totalmente conhecidas:

sabemos que além do aumento da Permeabilidade Intestinal, que acaba promovendo o deslocamento de bactérias dos intestinos à circulação, sem falar da importância da destoxificação

E ainda podemos incluir relações com:o Sono, a Alimentação, a Atividade Física, o Terreno Biológico do qual o Fator pH é uma das variáveis, acúmulo de metais tóxicos, o Eixo e a Sexualidade. outros fatores também podem agravar incluindo drogas, irritantes químicos, metais tóxicos e irritantes ambientais. Todos esses fatores serão checados em consulta.


Referências:

Comments


bottom of page