top of page

Bronquite & Tratamentos Naturais


”https://www.criesaude.com”alt==” Bronquite / Crie Saúde. Medicina Integrativa, Bronquite

Bronquite é dividida em dois tipos: Aguda e Crônica . E através da alimentação, juntamente com o diagnóstico complementar e avaliação energética conseguimos eliminar os fatores intoxicantes e ao associarmos com a suplementação obtemos o tratamento final.

Bronquite , quais as causas? Em mais de 90% dos casos de bronquite, a causa é uma infecção viral. Os fatores de risco incluem a exposição ao fumo do tabaco, poeira e outras formas de poluição do ar, além de alergias, ou predisposição alérgica, tudo isso secundariamente, pois o principal é se houver intoxicação por metais tóxicos, alimentação pouco equilibrada entre outros.

Como a infecção viral desencadeia a bronquite? Os brônquios inflamados produzem uma grande quantidade de muco espesso, o que faz com que as vias aéreas fiquem mais estreitas e torna-se difícil de respirar corretamente e também criam um meio ao desenvolvimento viral.

Quais fatores podem contribuir à crise de bronquite ? Ocorre mais comumente no inverno, quando há mais vírus em circulação Por vezes, pode ser desencadeado por inalação de irritantes químicos, tais como: – produtos de limpeza, tintas, solventes e outros produtos químicos, – poeira, – hábito de fumar, – gases tóxicos. Se não for tratado, pode evoluir a pneumonia. Com o raio X podemos avaliar a extensão e a gravidade do quadro, mas os indícios são nítidos através da avaliação clínica. Quais SINTOMAS/SINAIS comuns das Bronquites? Tosse (seca no início, mas, em seguida, muitas vezes produtiva: catarro amarelo verde, que normalmente é uma indicação de uma infecção), seguido de – Dificuldade em respirar profundamente. Febre (ligeira a moderada) Letargia e cansaço – Congestionamento dos seios da face – Garganta inflamada – Aperto no peito Para Diagnóstico das Bronquites, é preciso diferenciar da Asma:

– A bronquite crônica, pode cursar com: Sintomas semelhantes à Tosse asmática, geralmente é seca e improdutiva, assim sendo mostra-se com: – Dificuldade em respirar, principalmente, mas seguido de – Letargia e cansaço – Muco dos pulmões (expectoração) e finalmente Aperto no peito.


Algumas vezes, apesar da causa exata da Bronquite ser desconhecida, sabemos que, outros fatores incluem agravantes e mesmo desencadeantes como: drogas, irritantes químicos, metais tóxicos e irritantes ambientais.

E ainda podemos incluir relações com:


Terapia com Suplementos para Bronquites:

Indicados de acordo com a avaliação clinica de cada caso e com confirmação laboratorial e ainda corroborados com a avaliação energética, para sabermos qual a opção certa em cada caso, aqui apenas mais alguns exemplos, com doses variáveis, por exemplo, repor Minerais e eliminar toxinas, principalmente metais tóxicos e alérgenos.Exemplos: – Magnésio 100 mg / 5 ml principal, seguido de – Zinco 15 mg / 5 ml , a seguir – Cobre1 mg / 5 ml , a seguir - Selênio ( Complex ) 20 mcg / 5 ml , a seguir e finalmente – Ácido ascórbico 200 mg / 5 ml e E como principais vitaminas

Tratamentos Complementares:

Existem inúmeros relatos clínicos e dados científicos de melhora da evoluçãode quadros de Bronquite através da associação da homeopatia, ervas e acupuntura, devendo ser usadas somente sob a supervisão, e/ou consulta de um profissional de saúde qualificado. Entre outras Ervas, podemos citar : Astrágalo , Echinacea, Sabugueiro, Gengibre, Verbasco, Folha de oliveira, Tom

E também sem nos esquecermos dos fatores predisponentes, ou desencadeantes que levaram a este quadro clínico, o que pode requerer o acompanhamento de demais especialistas. Claro que essas e demais possibilidades devem antes ser checadas através de dados clínicos, anamnese completa, além de exames complementares, podendo-se incluir ainda, microscopia e avaliação energética, para indicação das melhores opções terapêuticas.

Entre em contato conosco nos seguintes telefones: (11)95321-1835 (ZAP), ou 3889-0273


Posts recentes

Ver tudo

Aids & Tratamentos Naturais

AIDS : O vírus que pode ser visto ou não em pessoas com HIV, pode também permanecer latente, numa forma hibernante, sem dar as manifestações da mesma AIDS - Existem fatores prevalecentes que explicam

bottom of page